Blog Leitura

Por Ariel Scussel Malburg - 04 de Março de 2020

É de conhecimento popular que a cenoura faz bem para os olhos não é? Mas qual será o embasamento dessa afirmação?

Pesquisas mostram que adicionar certos nutrientes às dietas diárias pode ajudar na preservação da saúde ocular e no funcionamento da visão.

Vamos conhecer alguns desses nutrientes e em quais alimentos podem ser encontrados:

Luteína e zeaxantina – encontrados na couve.

A luteína e a zeaxantina, carotenóides, ajudam a neutralizar os danos oxidativos e a filtrar a luz azul de alta energia que chega ao olho, reduzindo o risco de DMRI e catarata.

Vitamina A – encontrada no bife de fígado, gema de ovo e óleos de peixes.

A vitamina A é um componente essencial da rodopsina, além de apoiar o funcionamento das membranas conjuntivais e da córnea.

Vitamina C – encontrada na laranja, limão, acerola, entre outras frutas.

A vitamina C, ácido ascórbico, promove vasos sanguíneos saudáveis ​​e ajuda a neutralizar os danos oxidativos que podem levar ao desenvolvimento de catarata ou progressão da DMRI.

Vitamina E – encontrada nos cereais.

A vitamina E ajuda a neutralizar os danos oxidativos, ajudando a reduzir a progressão da AMD e a formação de catarata.

Zinco – encontrado no fígado de frango, sementes de abóbora, castanhas do Pará e de caju.

O zinco ajuda a vitamina A a produzir melanina para proteger os olhos e pode ajudar a retardar a progressão da DMRI. Deficiência de zinco tem sido associada a problemas de visão noturna.

Ácidos graxos essenciais – encontrado no salmão e no abacate.

Os ácidos graxos ômega-3, principalmente DHA e EPA, promovem o desenvolvimento visual e a função retiniana saudável, enquanto uma deficiência de ômega-3 pode estar ligada ao olho seco.

Criado por: Professor Ariel Scussel Malburg, Optometrista e 1º Secretário CBOO
 
2991 Visualizações

Deixe um comentário